Delegados e Peritos da Polícia Federal em Mato Grosso resolveram aderir ao movimento de paralização que visa a recomposição salarial e melhoria nas condições de trabalho. A decisão foi tomada em assembleia realizada nesta terça-feira (12/06).

Nesta quarta-feira (13/06), foi feita uma mobilização em frente à sede da Receita Federal em Cuiabá (MT), que começou agora pelas 9h e se seguiu até as 10h. Na ação conjunta houve a participação além dos servidores da Receita Federal e da Polícia Federal, diversas outras carreiras de Estado, tais como os Advogados da União e servidores do Ministério do Trabalho.

O movimento visa pressionar o Governo Federal a apresentar uma proposta de recomposição salarial para o funcionalismo público e, caso isso não ocorra, a greve será inevitável. Em sendo deflagrada a greve, os serviços essenciais prestados pela Policia Federal, como a emissão de passaporte, por exemplo, ficarão suspensos, de acordo com o Delegado Márcio Carvalho.

Leia também:  Serviços de cidadania serão oferecidos por três dias em Barra do Garças
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.