Acontece na Câmara Municipal o 1º Seminário Rondonopolitano de Povos Tradicionais de Terreiro para debater a atuação da religião e uma participação mais efetiva na sociedade. O evento tem entrada franca e iniciará a programação às 19 horas desta sexta-feira (29) e no sábado (30), às 08 horas. O Fórum contará com a participação de praticantes da religião, autoridades políticas e acadêmicos.

Pai Evaldo, organizador do seminário, explicou que a religião é muito disseminada nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo, contudo em Mato Grosso, apesar do crescimento, ainda é pouco difundida a cultura africana. “Queremos desmitificar a ideia errada que a população tem sobre as religiões de terreiro, com origens africanas”.

Além de apresentar as religiões à sociedade o seminário tem o objetivo de promover uma integração maior entre os membros dos 250 terreiros de Rondonópolis para que possam atuar de forma mais efetiva nas questões sociais do município.

Leia também:  Convênio garante retomada do Celina Bezerra e R$ 8 milhões para lama asfáltica

O organizador justificou que há algum tempo perderam uma irmã para as drogas, o que despertou o questionamento sobre a contribuição das religiões para a sociedade, “vamos procurar sair de nossas casas e trabalhar mais com as questões sociais, por essa razão a necessidade de realizar um fórum de discussões”, frisou Pai Evaldo.

O palestrante do Seminário é o doutor Alexandre Silveira de Souza, de Brasília, e falará sobre os “Povos Tradicionais de Matriz Africana – Território e Identidade”. Além da Câmara Municipal o evento recebe o apoio da Prefeitura, Ministério da Cultura e Secretaria de Direitos Humanos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.