Visando inserir o maior número de cidadãos no mercado do trabalho, a Prefeitura Municipal dá continuidade a divulgação das vagas em aberto dos cursos oferecidos pelo Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica e ao Emprego (Pronatec). “Os cursos profissionalizantes são feitos para preparar o aluno; tais cursos são essenciais na hora de competir por um emprego. O profissional que possui algum curso profissionalizante leva uma grande vantagem sobre aquele que tem apenas o ensino básico”, diz o prefeito Ananias Martins de Souza Filho.

No Senai os interessados vão encontrar vagas em aberto para dois cursos: o de Recepcionista para Eventos e o de Pizzaiolo. Segundo a gerente do Núcleo de Geração de Emprega e Renda do Departamento de Políticas de Trabalho, Neuly Paiva Borotta, é preciso que os interessados se apressem a realizar a pré-matricula. “O prazo para 1ª chamada já foi encerrada, e o número de vagas restantes para a 2ª chamada é limitado”.

Leia também:  Município alerta sobre a prevenção contra a violência da primeira infância

Ambos os cursos ocorrem no período matutino, das 7h30 às 11h30. No Senac, as vagas em aberto são oferecidas nos cursos de Ajustador Mecânico Noturno – 19 às 22 horas e Mecânica e Manutenção de Motocicletas, ministrado das 13h30 até as 17h30.

A secretária de Promoção e Assistência Social, Neuma de Morais, explica que a parceria entre a pasta e os órgãos do Sistema S (Senaim Senac e outros), onde são ministrados os cursos, tem o objetivo principal de qualificar o cidadão. “Para tanto o Governo Federal oferece inclusive uma ajuda de custa aos alunos, que é de um real por hora/aula”.

Para se inscrever, os interessados devem procurar um dos cinco Centros de Referência da Assistência Social (Cras) ou a sede da Secretaria de Promoção e Assistência Social, localizado na Rua Washington Luiz, bairro La Salle, ao lado do Fórum de Rondonópolis.

Leia também:  AssuRoo | Time de futsal de surdos de Rondonópolis conquista 2° lugar da competição em Campo Grande

PRONATEC

Criado em outubro de 2011, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população brasileira. Para tanto, prevê uma série de subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira que juntos oferecerão oito milhões de vagas a brasileiros de diferentes perfis nos próximos quatro anos.

A principal novidade do Pronatec é a criação da Bolsa-Formação, que permitirá a oferta de vagas em cursos técnicos e de Formação Inicial e Continuada (FIC), também conhecidos como cursos de qualificação. Oferecidos gratuitamente a trabalhadores, estudantes e pessoas em vulnerabilidade social, esses cursos presenciais serão realizados pela Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, por escolas estaduais de EPT e por unidades de serviços nacionais de aprendizagem como o Senac e o Senai.

Leia também:  Mais de 90% dos imóveis pagam taxa mínima do lixo
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.