Foto Matusalem Teixeira / Assessoria

A Prefeitura de Rondonópolis vai ingressar com pedido de reintegração de posse da área de equipamento comunitário do Residencial Ananias Martins, ocupada por cerca de 200 famílias na última quarta-feira (6). As famílias haviam ocupado no dia anterior a área verde do residencial.

Conforme o secretário adjunto de Habitação, Paulo José Correia, o governo municipal preza pela legalidade. “O programa de Habitação da prefeitura é bom e já chegando a seis mil casas construídas e não permite que existam ocupações desordenadas”.

Correia explica que todos os lotes dos residenciais Alfredo de Castro Araújo e Ananias Martins já foram ocupados e não há locais disponíveis para assentar mais famílias. “A área de equipamento comunitário é destinada para a construção de posto de saúde e escola”.

Leia também:  Acontece neste domingo (10) a 1ª Corrida da Independência

Sem a área de equipamento comunitário, os residenciais e as benfeitorias não podem ser construídas. “Não podemos valorizar o bem individual em detrimento do interesse coletivo”, explicou o secretário Paulo José.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.