Preparar o jovem para o mercado de trabalho e para ocupações alternativas geradoras de renda são estes os principais objetivos do ProJovem Trabalhador,  que a partir do mês que vem vai oferecer mil vagas de emprego em Rondonópolis. “O programa é voltado para jovens desempregados com idades entre 18 e 29 anos, e que sejam membros de famílias com renda per capta de até meio salário mínimo”, explica o professor doutor Antônio Moreira Barros, responsável pela execução do programa em Mato Grosso.

O programa será realizado pela Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico (Fundetec), e as inscrições iniciadas hoje (18) vão até o dia 29 de junho. Para se inscrever o interessado deve se dirigir à Secretaria de Promoção e Assistência Social – Rua Washignton Luiz, nº 408, Bairro La Salle; ou ao Sistema Nacional de Emprego (Sine), localizado na Rua João Pessoa, nº 1.373, Centro.

Leia também:  Polícia Civil realiza atendimentos em mutirão social em Rondonópolis

Serão oferecidos 10 cursos – chamados de Arcos, sendo que a maioria deles vai oferecer quatro ocupações. “Como exemplo podemos citar o curso de Beleza e Estética, onde o aluno vai aprender os ofícios de Manicura, Pedicura, Maquiador e Cabeleireiro”, conta Antônio Barros. Cursos na área de Administração, Vestuário, Turismo e Hospitalidade, Saúde, Telemática, Construção e Reparos também serão ofertados.

A técnica Neuly Paiva Borotta informa que a Secretaria de Promoção e Assistência Social ficará responsável por fiscalizar o evento. “Entramos nesta empreitada como colaboradores para ajudar na fiscalização, intermediar alguns trabalhos, auxiliar na escolha de locais onde serão oferecidos os cursos etc.”.

Dos cinco locais necessários para abrigar os cursos, três já foram escolhidos. “A Escola Estadual Sebastiana Rodrigues de Souza, na região da Vila Operária; a Escola Municipal Melchíades Miranda no bairro Pedra 90 e a Escola Municipal Rosalino Antônio da Silva, no Jardim Iguaçú vão servir como sedes”, conta o professor doutor da Fundetec.

Leia também:  Sanear libera rede de esgoto da Vila Goulart para uso dos moradores

Patrícia Pimentel, que também exerce função como técnica na gestão do programa em Rondonópolis, diz que o trabalho em conjunto possibilitou que o governo municipal conseguisse trazer este benefício para Rondonópolis. “A equipe técnica realizou algumas viagens à Brasília na companhia da secretaria, para mostrar o projeto, até finalmente conseguirmos a aprovação do governo federal para oferecer, estas mil vagas”.

ESTIMULOS

Para estimular a população a participar dos cursos, existe uma ajuda de custa no valor de R$ 100 que é dada aos alunos. Outro estímulo são os lanches oferecidos gratuitamente. “Os alunos recebem bebidas e lanches durante os intervalos das aulas”, diz a técnica Neuly Borotta.

A administração municipal fica responsável por dar suporte, encaminhando os alunos ao Balcão de Emprego e garantindo inserção no mercado de trabalho de 30% dos participantes.

Leia também:  Carnaval ainda é problema para promotor de eventos e prestadores de serviço

INSCRIÇÕES

As inscrições para os cursos de qualificação podem ser feitos pelo site da Fundetec MT (http://projovemfundetec.com.br/ficha-cadastral/) e mais informações podem ser solicitadas nos telefones 3421-2000 / 3421-6099.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.