O deputado estadual José Domingos Fraga (PSD) apresentou um projeto de lei que visa à criação de mecanismos para possibilitar a identificação do material explosivo que é usado para arrombar caixas eletrônicos em Mato Grosso, mesmo depois de sua detonação. A intenção é de que seja possível responsabilizar o proprietário do material com base em sua participação no roubo.

Mato Grosso possui atividade mineradora que contribui para a expansão da indústria de explosivos. Essa atividade, onde é necessário ter conhecimentos técnicos e preparação específica para o manejo desse material, não gera, em princípio, nenhum risco à população. Mas, quando há o contrabando por quadrilhas, há grave perigo para a vida das pessoas e também para a segurança pública.

Leia também:  Secretário de Segurança deve ser afastado e usar tornozeleira em MT

Em recente levantamento realizado pelo Exército foi apontado que o crescimento do roubo desse material aumentou em 170% entre 2009 e 2010, no Brasil. O que torna difícil a identificação da origem desse material é a ampla disseminação nas regiões do Estado, que também contribui para a falta de controle sobre o item o que facilita e estimula as quadrilhas que roubam e realizam o contrabando de explosivos para fins ilícitos.

“É preciso tratar o assunto com a seriedade que ele merece garantindo a segurança pública, com a criação de instrumentos legais para dificultar a prática criminosa”, concluiu José Domingos Fraga.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.