Uma reunião entre o Gabinete de Gestão Integrada – GGI e o prefeito Ananias Filho, resultou na autorização para a abertura de licitação e a aquisição de mais câmeras de monitoramento. O objetivo é ampliar a área de abrangência dos equipamentos e oferecer mais segurança à população. Outro pedido feito pelo gestor ao secretário de Administração, Gerson de Araújo, foi a confecção do orçamento para cercar e monitorar a unidade dois da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis – Coder, localizada na Avenida Bandeirantes, antiga Casemat.

Presente também no encontro, o secretário de Transportes e Trânsito – Setrat, Argemiro José Ferreira, informou que uma campanha prevista para o segundo semestre deste ano, vai orientar motoristas e pedestres para respeitar a faixa de segurança. O projeto vai reunir agentes de trânsito e estudantes das escolas municipais, estaduais e particulares.

Leia também:  Menor é apreendido em tentativa de homicídio no Residencial Farias

“A proposta é distribuir material educativo na companhia dos estudantes, para que cada motorista tenha a sensibilidade e perceba que perder alguns minutos ao parar na faixa é muito importante”, disse Argemiro.

Ananias pediu ainda o apoio do GGI na ousada, porém decisiva, medida de abrir a rua Rio Branco. O prefeito afirmou que a promotora do Meio Ambiente, Joana Ninis, já foi informada e que a cada árvore derrubada o Poder Público vai plantar outras cinco. A abertura vai ligar a rua até a Avenida Lions Internacional passando pelo bairro Cohab Velha.

Outro serviço é a colocação de cercas nas praças. “Preciso do apoio de todo o grupo e da sociedade, porque a mudança precisa ser feita com urgência. Rondonópolis está crescendo a cada dia e a estrutura física das ruas e avenidas deve acompanhar esse desenvolvimento”, disse Ananias.

Leia também:  Homem com passagens pela Polícia é baleado na Cidade Salmen
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.