Ronaldinho Gaúcho, Jô e Mancini no treino do Atlético-MG (Foto: Leonardo Simonini / Globoesporte.com)

Ronaldinho Gaúcho chegou ao Atlético-MG como bom mineiro. Sem alarde, sem festa da torcida, sem pompa ou aparição meteórica. Em seu primeiro dia como jogador alvinegro, o jogador acertou os detalhes de seu contrato, que vencerá no dia 31 de dezembro deste ano, vestiu o uniforme de treinamento e foi a campo com os demais companheiros na Cidade do Galo, centro de treinamento do clube.

Em campo, após o aquecimento,  Cuca comandou a atividade com um treino leve de toque de bola, na metade do campo. Discreto, Ronaldinho participou normalmente, sempre calado e com pouca movimentação. O silêncio do astro somente foi quebrado quando os jogadores deram uma pausa para beber água.

Leia também:  Com a demissão de Ceni, São Paulo vai completar 16 técnicos em 8 anos

O jogador trocou algumas palavras com o lateral-esquerdo Junior Cesar, ex-companheiro de Flamengo, e teve papo animado com Mancini, conhecido da época em que atuaram no futebol italiano. O entrosamento com os velhos amigos já havia sido mostrado antes do início da atividade, quando Ronaldinho participou de uma roda de troca de passes (veja o vídeo acima).

Outro com quem Ronaldinho conversou bastante foi o atacante Jô, também recém-chegado ao clube, curiosamente com a mesma fama de baladeiro do novo camisa 49 – o meia-atacante não irá usar a camisa 10 no Galo, e o novo número é uma homenagem à mãe, Miguelina, com o ano de nascimento dela.

Logo depois, sem distinguir titulares e reservas, Cuca promoveu um treino técnico, novamente em gramado reduzido, e mais uma vez Ronaldinho teve participação discreta. Com posicionamento mais centralizado e atuando no meio-campo, o jogador relembrou o craque de outros tempos apenas em um lançamento de três dedos para Richarlyson. No mais, toques laterais, corridas leves e nenhuma finalização.

Leia também:  União faz amistoso com equipe de Mato Grosso do Sul

Após o treinamento, um papo de dez minutos com Cuca e os 11 titulares que bateram o Guarani-MG, em jogo-treino realizado no último sábado, além de Réver, que voltou a treinar com o grupo nesta segunda-feira, e Leandro Donizete, que se recuperou de estiramento muscular na panturrilha esquerda. O técnico deu mostras de que utilizará Ronaldinho na partida desta quarta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Bahia, no Independência.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.