Rondonópolis deve receber R$ 2.136.000,00 das dívidas do Estado, com relação a diversos programas de saúde pública. O anúncio do pagamento de repasses de 2011 foi feito pelo secretário de Saúde de Mato Grosso, Vander Fernandes, durante reunião com o prefeito Ananias Filho, e o secretário municipal Valdecir Feltrin, na segunda-feira (25). O encontro testemunhado pelo deputado federal Wellington Fagundes foi palco também de discussões sobre a proposta de elevação do teto de média e alta complexidade.

Feltrin explica que a dívida acumulada desde julho de 2011 somava R$ 3,6 milhões de valores referentes a programas como Saúde Básica, convênio com a Santa Casa, Farmácia Básica e Saúde da Família – PSF. Ele conta que até agora já foram liberadas três parcelas de 2012. O compromisso do secretário Fernandes é fazer o repasse de valores do ano passado até a quinta-feira (28). O que Feltrin considera como saldo positivo da reunião realizada no gabinete do secretário estadual.

Leia também:  Corrida Solidária contribui com Lar dos Idosos em Rondonópolis

Com relação ao aumento do teto para Rondonópolis que produz mais do que o valor de R$ 3,5 milhões recebidos por ano, Feltrin aponta duas alternativas: a redistribuição dos valores repassados aos 141 municípios, já que muitos deles recebem mais do que produzem; ou a elevação do teto. A segunda sugestão depende do Ministério da Saúde que descarta a possibilidade. “O que queremos é a redistribuição. Que o Governo pegue dinheiro de quem produz menos e repasse para aqueles que produzem mais. Este é o caso de Rondonópolis”, defende Feltrin.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.