Foto: ARQUIVO AGORAMT

A consolidação de Rondonópolis (219 km de Cuiabá) como pólo industrial na Região Sul do Estado, com o conseqüente crescimento da população hoje estimada em 450 mil habitantes, gerou o precedente necessário para que os governos Federal e Estadual invistam na qualificação da mão de obra da população. É com base nessa prerrogativa que os deputados estaduais do Sul do Estado cobram uma unidade da Unemat naquele município. Serão necessários R$ 8,5 milhões para o investimento.

O reitor da instituição de Ensino Superior, Adriano Silva emitiu parecer favorável à solicitação e adiantou a possibilidade de serem oferecidos os cursos de Letras, Comunicação Social –com ênfase em Jornalismo e Ciências da Computação, com previão para 2013.

Leia também:  Cursinho Força e Honra oferece aos alunos palestra com Paulino Yoshida

O deputado estadual, Ondanir Bortolini –Nininho (PR/MT), e os legisladores Sebastião Resende, J. Barreto, Valdizete Nogueira e a deputada licenciada, secretária de Turismo, Tete Bezerra irão agendar uma reunião com o Governador do Estado, Silval Barbosa requerendo dotação orçamentário para construção da Unemat em Rondonópolis no ano que vem.

Nininho frisa que a união dos parlamentares é essencial para garantir força em defesa do projeto junto ao Executivo. Segundo ele, a perspectiva é de que sejam gastos R$ 8,5 milhões para a construção do campus, custeio e manutenção das atividades por um ano. “Queremos essa audiência com Silval e com o secretário da Casa Civil, José Lacerda para assegurar R$ 8,5 milhões para esse projeto no orçamento de 2013”, diz ele.

Leia também:  Aula inaugural marca o início de cursos gratuitos para a população

O reitor da Unemat, Adriano Silva explica que o projeto está estruturado, porém, a execução depende de aprovação oriunda do Palácio Paiaguás. “Podemos remanejar para Rondonópolis esses três cursos que hoje são ofertados na Unemat de Alto Araguaia, porque já não há mais demanda para esses cursos lá. Assim podemos capacitar uma Região maior, que é a de Rondonópolis, e explorar outras áreas na unidade de Alto Araguaia”, articula o reitor.

Os parlamentares estão otimistas. “Ainda teremos muitas novas vagas de emprego com a ferrovia (ALL) chegando em Rondonópolis, o que demandará mais educação para qualificação de mão de obra. Acreditamos que o governador vai entender nossa solicitação. O Governo Federal já está acompanhando nosso desenvolvimento com o anúncio das vagas de Medicina para o campus da UFMT de Rondonópolis”, contextualiza deputado Nininho.

Leia também:  Prefeitura disponibiliza emissão de documentos fiscais de forma gratuita via site
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.