As diretorias de Corinthians e Boca Juniors entraram em acordo neste sábado sobre o número de ingressos para os dois jogos das finais da Taça Libertadores, nos dias 27 de junho e 4 de julho. Brasileiros e argentinos terão à disposição 2.450 bilhetes nos duelos na Bombonera, em Buenos Aires, e no Pacaembu, em São Paulo.

O acerto foi feito com base no estádo paulistano. De acordo Contru (Departamento de Controle do Uso de Imóveis de São Paulo), a área destinada aos visitantes tem capacidade máxima para 2.450 torcedores. A Polícia Militar, porém, só permitia que dois mil fossem comercializados, mas acabou atendendo o pedido do Timão para liberar a totalidade.

Leia também:  Campeonato Mato-grossense sub 19 começa em junho

– O Boca nos enviou um documento aceitando essa quantia e estamos aguardando apenas a chegada dos ingressos para decidir como vamos fazer a venda – explicou o diretor de arrecadação do Corinthians, Lúcio Blanco.

O Corinthians ainda não decidiu como será a divisão das entradas e nem quando iniciará a comercialização. Entretanto, boa parte delas será repassada diretamente às torcidas organizadas, enquanto outras ficarão com conselheiros e demais dirigentes. Não deverá haver venda nas bilheterias.

Logo após a definição dos finalistas, na quinta-feira, o presidente do Boca Juniors, Daniel Angelici, ameaçou não fornecer ingressos aos corintianos caso não recebesse 4.500 bilhetes para o duelo no Pacaembu.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.