Casa da vítima foi revirada durante ação do rapaz – Foto: Divulgação / POLÍCIA MILITAR (MG)

Inconformado com o fato de a avó não lhe dar dinheiro, um adolescente de 15 anos matou a mulher, de 59, e depois tentou queimar o corpo dela dentro da casa onde os dois moravam, na cidade de Piumhi, no Centro-Oeste de Minas. O adolescente confessou o crime e está acautelado em uma cela especial, no Presídio de Piumhi.

A tragédia só foi descoberta sete dias após Carmem Madalena Ferreira ser morta, depois que uma filha dela foi visitá-la e percebeu a casa arrombada. Ela acionou a Polícia Militar (PM), que encontrou a vítima morta.

Segundo a PM, a casa estava revirada. Faltavam móveis e eletrodomésticos e, do lado de dentro, uma parede havia sido derrubada, provavelmente para a retirada de um guarda-roupa, que também foi roubado. Um dos quartos também havia sido incendiado.

Leia também:  "Tiazinha" e jovem do tráfico são presos com 5kg de drogas na rodoviária de Rondonópolis

O corpo da vítima estava embrulhado em um cobertor, em um corredor na parte externa da casa. O mistério em torno da morte da mulher só foi desvendado na última segunda-feira, quando o adolescente foi localizado. “Ele confessou que enforcou a avó, depois que ela se recusou a dar dinheiro para ele comprar drogas”, informou o capitão Geraldo Magela, comandante do policiamento de Piumhi.

O menor confirmou ainda que roubou alguns pertences da casa e tentou queimar o corpo. O adolescente também arrastou os restos mortais da avó para o quintal e, para tentar disfarçar o mal cheiro, jogou cal no corpo.

DÍVIDA COM TRAFICANTES

Suspeito do crime, o adolescente contou aos policiais que era ameaçado por traficantes e que roubou os móveis da casa para vender e conseguir dinheiro. Um pedido de internação provisória foi expedido para o menor. O tempo de internação é de, no mínimo, 45 dias.

Leia também:  Dupla é presa com motocicleta de origem ilícita em Rosário Oeste
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.