Foto: assessoria

Faltam apenas duas semanas para o maior confronto da primeira fase do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano. No dia 4 de agosto, o Cuiabá Arsenal enfrenta o São Paulo Storm na cidade de São Paulo. As duas equipes já se encontraram 4 vezes, em todas com um placar bastante apertado. Ambas estão entre as melhores do país e o resultado da partida pode definir quem chega a segunda fase. Para o técnico da equipe, Clayton Lovett, não existem favoritos. “O clima é de mata mata e vai vencer quem errar menos e tiver maior domínio mental. A torcida pode esperar um jogo duro”.

As duas equipes já se ‘trombaram’ por 4 vezes, em todas com um placar bastante apertado

Leia também:  Avengers e Ki-Modelo disputam final de basquete nesta sexta

A primeira partida entre Arsenal e Storm aconteceu em 2008, quando as equipes ainda jogavam sem equipamentos completos, no Sorocaba Bowl, com vitória do Arsenal. Em 2009, pela semifinal da competição nacional, o Storm venceu por um ponto na prorrogação (28 x 27). Dois anos depois,  foi a vez do Arsenal dar o troco em um placar de 10 x 9 e, na sequencia de 22 x 17, o que garantiu a classificação para a semifinal.

De acordo com o presidente da equipe, Orlando Ferreira, o Storm é uma das equipes mais tradicionais e bem treinados do país, tendo como principal virtude um jogo muito bem organizados. Para ele, o treinador da equipe, Danilo Muller, que também é o técnico principal da Seleção Brasileira, sabe como poucos se preparar para uma partida de Futebol Americano. “Por conta disso, em todas as partidas, o Arsenal sempre teve muita dificuldade de “encaixar” o estilo próprio da equipe”.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional

Mesmo assim, o presidente disse estar confiante. Para ele, o grande trabalho da comissão técnica atrelada ao entrosamento da equipe e as peças novas que estão se destacando, pode provocar uma boa surpresa em campo. Além disso, a equipe deve contar com um elenco maior do que nas últimas partidas fora de casa. Cerca de 50 jogadores devem ir a São Paulo, o que certamente será um fator importante, tirando a vantagem numérica do adversário. “Espero que o Arsenal volte com a vitória e se mantenha na liderança da competição”.

De acordo com o kicker Raulin Leal, que faz parte da comissão técnica, a equipe tem dedicado as últimas semanas a rever todos os erros e acertos das duas primeiras partidas e a estudar nos mínimos detalhes as jogadas do adversário. De acordo com ele, o foco dos treinos tem sido a parte tática com aprimoramento da técnica. “Para vencê-los será preciso muito mais do que fizemos até agora e todos estão conscientes disso”.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.