Quem esteve na Praça do Migrante nos dias do  Festival da Canção de Cláudia,  pode prestigiar uma exposição aberta de artes em telas. As obras são da artista plástica Claudevânia Anderle Barbon,  que escolheu o tema: “Muitas histórias foram construídas aqui…”. O total de 14 telas ficaram expostas a visitação da população.

As obras relatam em telas a história vivida pela moradora que precocemente,  aos 12 anos, começou a dar aulas. Claudevãnia mostra em detalhes da sofrida realidade enfrentada por ela e por vários professores, que lecionavam na década de 80. Nas telas estão um retrocesso ao passado, imagens como  da primeira Escola Estadual Manuel Soares Campos, a Kombi gás(transporte escolar), Escola Municipal e Rural Alessandra e a Escola Municipal e Rural Dilma entre outras obras de autoria da artistas.

Leia também:  Programa de formação de lideranças gera resultado em escolas

Ao falar das obras Claudevânia, se emociona e recorda as dificuldades vividas na época.“Eu pintei essas telas como  parte de mim, da minha história, e da história de muita gente que marcaram minha vida de forma positiva, e que foram fundamentais para que eu chegasse onde cheguei, por isso fiz essa homenagem aos professores e cidadãos que juntos construímos a história de Cláudia.” Afirmou a artista.

Uma das homenageadas é a professora Aleixa  Kowal Deprá, que também enfrentou os desafios de ser professora  há quase trinta anos atrás.  “Ser professora naquela época foi um dos maiores desafios que já enfrentei na minha vida, foi muito sofrido, mas quando encontramos pessoas como a Claudevânia, e descobrimos o papel importante que tivemos na vida dela e de muitas outras, nos dispomos a fazer tudo de novo se fosse necessário.” Relatou a professora Aleixa.

Leia também:  Ouvidoria Itinerante do MPE realiza atendimento nesta quarta-feira no centro da Capital

Além de artista plástica Claudevãnia é  pedagoga e coordenadora das creches municipais de Claúdia. As obras ficaram expostas na Praça do Migrante durante o festival da canção e foi visitada por mais de mil pessoas.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.