Foto da assessoria

Fomentar a discussão sobre o Projeto de Lei 3688/2000, esse é o objetivo de um grupo de assistentes sociais que esteve presente com os vereadores, na tarde desta terça-feira (24), na Câmara Municipal de Rondonópolis, para solicitar a realização de uma Audiência Pública na sede do Poder Legislativo. A proposta tramita na Câmara dos Deputados e aguarda um parecer das Comissões de Educação e Cultura (CEC) e Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC).

A presidente do Núcleo Regional de Serviço Social de Rondonópolis, Paula de Ávila Assunção, explicou que a finalidade é realizar debates sobre o assunto e apresentar propostas para os parlamentares em Brasília. Paula explicou aos vereadores que o Projeto de Lei consiste na inserção de assistentes sociais e psicólogos nas escolas públicas de educação básica.

Leia também:  Pátio quer tornar Rondonópolis referência em educação

A assistente social enfatizou que a iniciativa já é realidade em algumas cidades do país e apresenta resultados positivos com melhoria na educação das crianças, além de ser o princípio para o desenvolvimento das escolas de período integral.

O presidente da Casa de Leis, vereador Helio Pichioni, disponibilizou o auditório da Câmara Municipal para a realização da Audiência Pública no dia 14 de agosto, às 19 horas, e, juntamente com todos os vereadores, externou apoio a categoria, se comprometendo em ajudar a categoria no que for possível. “Entendemos que o pedido é justo, pois além de contribuir com a formação educacional dos estudantes também é uma forma de valorizar os profissionais”, concluiu.

Leia também:  PL quer divulgar Lei Maria da Penha nas escolas estaduais
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.