Jobson em ação pelo Barueri na Série B (Foto:
Geraldo Bubniak/Footo Arena/Agência Estado)

A situação de Jobson pode ficar mais complicada do que parece. O Botafogo não vai autorizar a rescisão do contrato de empréstimo até o fim do ano entre o jogador de 24 anos e o Barueri. Na segunda-feira, ele se manifestou dizendo que pediria para deixar o clube paulista por não ter se adaptado.

Há uma reunião agendada para esta terça-feira entre dirigentes do Barueri e Jobson, numa tentativa de convencê-lo a permanecer. O Botafogo, clube com o qual ele tem contrato até 2015, no entanto, precisa aceitar a rescisão do contrato para que o acordo seja feito e o jogador possa procurar um novo lugar.

Por enquanto, Jobson ainda é jogador do Barueri, único responsável pelos pagamentos dos seus salários. Ele atuou em apenas quatro jogos na Série B do Brasileirão e não fez gol. O time está na lanterna, com dois pontos e nenhuma vitória em nove rodadas.

Leia também:  Campeonato Mato-grossense sub 19 começa em junho

No Botafogo, no primeiro semestre deste ano, Jobson passou por problemas disciplinares. Discutiu com o fisiologista Altamiro Bottino e faltou a alguns treinamentos, levando os dirigentes a decidir emprestá-lo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.