O MUBC ( Movimento União Brasil Caminhoneiro) está preparando para a quarta-feira (25) uma paralisação a nível nacional. Segundo o presidente do movimento, o setor encontra-se num beco sem saída, devido às normas e regras que foram estabelecidas pela ANTT, impossíveis de serem cumpridas. “As alterações feitas pela Agência, na Lei 11442/07, através da Resolução 3056/09, propiciou a inclusão, no mercado de fretes, de centenas de milhares de transportadores, provocando uma absurda concorrência desleal e ilegal e que ocasionou os fretes extremamente defasados, abaixo dos custos operacionais, e conduziu o setor a uma dependência e domínio de grandes embarcadores que passaram a ditar as regras, impondo esses valores de fretes.” afirma ele.

A recomendação para os caminhoneiros é que a partir das zero hora de quarta paralisem os trabalhos até que a ANTT atenda aos itens em pauta.

Leia também:  Mutirão oferecerá casamento comunitário em Rondonópolis

Segundo a Associação dos Transportadores de Cargas aqui na cidade os sindicatos não devem aderir a reinvindicação já que para eles as mudanças tem um efeito positivo para a saúde do próprio trabalhador.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.