Foto: AgoraMT

No próximo ano uma nova forma de combater a Leishmaniose será implantada aqui na cidade. O projeto de Lei já foi aprovado e agora ao invés de vacina será usada uma coleira que é mais eficaz no combate. A reunião que contou com a presença da ONG Cantinho de Proteção Animal, o Secretário de Saúde Valdeci Feltrin e o Vereador Adonias visou mostrar as vantagens da coleira.

Segundo o veterinário Érico Moraes, para a vacina dar resultados, antes, é necessário que o animal faça vários exames, que não seja picado pelo mosquito por 62 dias e ainda que a vacina seja rigorosamente aplicada na data certa. Já com a coleira só é necessário que ela seja colocada e trocada a cada seis meses.

Leia também:  Focos de incêndio aumentam e bombeiros solicitam reforço em Rondonópolis

Além de todos os fatores que beneficiam esse novo método,  uma dose da vacina é mais cara que uma coleira. A expectativa é que de 4 a 6 mil animais sejam beneficiados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.