O secretário adjunto de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, afirmou que está em fase de finalização o edital do concurso público para reforçar as forças de segurança do Estado. Elas são compostas pelas Polícias Militar, Civil, Bombeiros e a Perícia Técnica. Ele explicou que a definição das vagas ainda depende de análise no núcleo econômico do governo, no entanto, acredita que devem atingir pelo menos 2 mil.

Alexandre destacou que para o lançamento do edital, “está sendo aguardo apenas autorização do governador [Silval Barbosa], no diz respeito a Lei de Responsabilidade Fiscal. Temos que ter o orçamento disponível. Que alcance a necessidade da segurança pública. Este estudo está sendo feito pela câmara econômica do Estado e assim que estiver pronto, o governador vai autorizar a publicação do edital”. Ele disse acreditar que o aval de Silval “não deve demorar mais de 30 dias” para ser anunciado.

Leia também:  População define infraestrutura como prioridade nos debates da LDO

Bustamente afirmou que a distribuição dos futuros servidores nos municípios mato-grossenses ainda está sendo levantada, já que este processo acontece com embasamento em números estatísticos, para que os locais onde há maior necessidade recebam mais funcionários. “Trabalhamos com alguns indicadores, como população, índice de criminalidade, a necessidade de transferência de policiais. E na junção desses indicadores vamos elaborar a distribuição no Estado”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.