Pelo menos, 13 dos 141 municípios mato-grossenses devem contar diretamente com o reforço da Polícia Federal no combate de crimes eleitorais e para garantir a segurança nas eleições municipais de 2012 no Estado. De acordo com o delegado da Superintendência da Polícia Federal, Edivaldo Waldemar Genova, as unidades de polícia estão instaladas em Cuiabá, Cáceres, Sinop, Barra do Garças e Rondonópolis.

No entanto, cidades como Campinápolis, Juara, Barão de Melgaço, Santo Antônio do Leverger e outras quatro devem receber o apoio do efetivo federal com o objetivo de garantir tranquilidade no pleito. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) ressaltou que há possibilidade de aumentar o número de cidades que poderão receber o apoio do efetivo pelo fato da Policia Federal ainda estar avaliando a necessidade de equipes nas cidades.

Leia também:  Primavera do Leste | Empresários se revoltam com possíveis mudanças na Lei do Distrito Industrial

“Vamos atuar onde tradicionalmente há históricos negativos de comportamento”, disse o delegado da PF. Conforme o TRE-MT, as polícias civil e militar do Estado vão trabalhar em parceria com a Polícia Federal em todos os municípios. Dessa forma, a atuação conjunta será na área de inteligência, e a presidência do TRE descarta a participação da Força Nacional de Segurança e do Exército.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) já havia anunciado que a segurança nas eleições contará com quase quatro mil policiais civis e militares em Mato Grosso. Serão disponibilizados 3.866 policiais, sendo 89 delegados, 33 escrivães e 123 investigadores.

A Polícia Militar vai disponibilizar também 3.618 policiais, sendo que 1.631 estarão envolvidos diretamente nos locais de votação. O restante estará nas ruas e dará apoio às ocorrências relacionadas no dia do voto. Os militares vão fazer o policiamento ostensivo a pé e motorizado, além de contar com o cadeião e unidades prisionais.

Leia também:  Vereadores participam de reunião sobre a elaboração do novo Plano Diretor
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.