O deputado federal Wellington Fagundes (PR), voltou a solicitar ao ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, a inclusão do trecho de 25 km da BR 163, que liga Rondonópolis ao terminal de cargas da Ferronorte, no pacote de obras da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Em pronunciamento na Câmara dos Deputados, Fagundes explicou que o projeto de duplicação deste trecho, entregue em 2011, já foi licitado e o projeto executivo encontra-se em fase final de análise para aprovação.  “A duplicação desses 25 km é de grande importância para Mato Grosso, pois contemplará um dos maiores corredores de tráfego de carretas da região sul do Estado. A previsão é que o fluxo de veículos no local seja em torno de 2.500 carretas por dia depois que o terminal for inaugurado”.

Leia também:  Bruna Viola vence Grammy Latino 2017 com álbum "Melodias do Sertão"

De acordo com Fagundes, a obra no trecho será uma espécie de prolongamento da travessia urbana de Rondonópolis e da duplicação das BRs 163/364 entre Rondonópolis, Cuiabá e Posto Gil. No local trafegam diariamente, cerca de sete mil veículos, 60% deles de carga. “São caminhões, bi-trens e treminhões que transportam os produtos produzidos no Estado para o sul do país, de onde são exportados. Depois que o terminal de cargas de Rondonópolis estiver pronto, o fluxo de veículos de cargas vindos da região norte do país, deve aumentar”, afirmou.

O parlamentar cobrou também, agilidade no processo de licitação dos lotes das obras de duplicação. “Em junho o ministro Paulo Sérgio esteve em Rondonópolis e participou de uma mesa redonda requerida por mim e realizada em parceria com as Comissões de Desenvolvimento Econômico Indústria e Comércio e Viação e Transportes, da Câmara dos Deputados. Na ocasião o ministro firmou junto à sociedade e representantes dos governos federal e estadual, o compromisso de licitar este mês oito trechos da duplicação”.

Leia também:  Presidente da Câmara posta em rede social que proibição de aborto em caso de estupro 'não será aprovada'

MT-040

Além da duplicação, o deputado enfatizou o trabalho que está sendo realizado para a pavimentação da MT-040, uma alternativa para quem sai da região sul do Estado em direção à Cuiabá, passando pelo pantanal. O projeto prevê que pela MT-040 trafeguem apenas carros pequenos, o objetivo é desafogar o trânsito das rodovias 163 e 364 durante as obras.

“Além de cortar o pantanal, a estrada passa pela colônia de Mimoso, lugar onde nasceu Marechal Cândido Mariano Rondon, patrono das telecomunicações do Brasil. Dessa forma, além de destacar o ecoturismo, a estrada ajudaria no fomento do turismo histórico do Estado”, acrescentou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.