Foto Arquivo AGORA MT

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) atendeu neste final de semana um homicídio e duas tentativas, em todos os casos as vítimas foram alvos de arma de fogo. As ocorrências foram registradas da noite de sábado (30) para a madrugada de domingo (01).

Por volta das 5h da manhã desde domingo o SAMU foi acionado para atender uma vítima de disparo de arma de fogo na feira da Vila Operária. No local encontraram o açougueiro Sebastião Gonçalves de Olveira (58), conhecido como Mato Grosso, com seis perfurações no corpo. Ao chegar no local a equipe de socorro constatou que o açougueiro já estava morto.

Ainda na madrugada de domingo (01), por volta das 3h, Aldeorgenes Alves dos Santos (28), deu entrada no Pronto Atendimento com um disparo de arma de fogo na perna direita, que poderia leva-lo a óbito caso acertasse a artéria femoral.

Leia também:  Suspeito tenta fugir da Força Tática, mas é preso com droga no Pedra 90

A vítima relatou à Policia Militar (PM) que estava de frente a uma casa de show, localizada no centro da cidade na Avenida Don Wunibaldo, quando dois menores efetuaram o disparo contra Aldeorgenes e tomaram rumo ignorado após o fato.

A primeira tentativa de homicídio ocorreu por volta das 20h de sábado (30) na Avenida Ponce de Arruda, no bairro São Francisco, a equipe de SAMU atendeu um rapaz, ainda não identificado, que esta na beira do córrego que passa no fundo da residência e o encaminhou para o Hospital Regional (HR) em estado de coma. Segundo o médico do HR havia uma perfuração atrás da orelha da vítima.

De acordo com os moradores da região a casa foi alugada há aproximadamente 15 dias e ninguém conhecia os novos residentes, mas afirmaram que o local tinha um grande fluxo de pessoas. Os vizinhos também informaram à PM que na hora do disparo quatro pessoas, em duas motos, fugiram sentido ao centro.

Leia também:  Bimotor faz pouso forçado em meio a milharal em Mato Grosso

A PM revistou o local e encontrou um tablete de substância semelhante a maconha, mas  nenhum documento que possa identificar a vítima. Os policias acreditam que cerca de quatro pessoas morem na casa, porém ninguém estava presente.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.