As fortes chuvas que castigam a ilha japonesa de Kyushu causaram nesta quinta-feira (12) a morte de oito pessoas e deixaram 20 desaparecidos, informou o canal de notícias ‘NHK’.

Mais de 20 mil pessoas tiveram que ser deslocadas. As chuvas castigaram especialmente a província de Kumamoto, onde sete pessoas morreram e 19 estão desaparecidas.

Na vizinha Oita, um homem perdeu a vida ao ser arrastado pelas águas de um rio e outro permanece desaparecido. Diante da força das chuvas, as autoridades retiraram de suas casas mais de 20 mil pessoas em ambas as províncias. Equipes de emergência tiveram que utilizar helicópteros para resgatar moradores que ficaram isolados em função da cheia dos rios e canais.

Leia também:  Morador de rua que socorreu várias vítimas de ataque em Manchester recebe de presente casa própria

As chuvas nas duas províncias atingiram uma intensidade ‘sem precedentes’, segundo a Agência Meteorológica do Japão, que detalhou que algumas cidades acumularam até 500 milímetros de água em apenas 12 horas.

As chuvas diminuíram nas últimas horas, mas a agência meteorológica manteve o alerta máximo em nove províncias do centro e do sul do país e advertiu sobre a chegada de novas tempestades em Kyushu nesta sexta-feira, que deverão atingir 200 milímetros.

Em zonas do centro e do norte do país as precipitações devem atingir entre 100 e 150 milímetros.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.