Suspeito teria abusado sexualmente da vítima – Foto: Felipe Oneil/AGÊNCIA O DIA

O delegado-adjunto da Divisão de Homicídios (DH), Allan Duarte, informou que o suspeito de matar uma menina de 9 anos agiu por vingança. Segundo ele, o pedreiro Gilmar Cunha, de 38 anos, era casado com a tia da vítima e tinha diversas rixas com o pai da criança. A prisão aconteceu na noite deste sábado (28/07), em Campo Grande, na zona Oeste do Rio de Janeiro.

“A motivação principal foi vingança, porque ele tinha um relacionamento ruim com os pais da vítima. E a segunda motivação, foi a satisfação da lascívia dele, ou seja, a libido dele. Antes de matá-la, ele também abusou sexualmente dela”, explicou Duarte.

De acordo com o delegado, o crime, que ocorreu dentro da casa da vítima, na noite de sexta-feira, foi totalmente planejado pelo suspeito. “Ele morava no mesmo terreno que ela e sabia que os pais estavam trabalhando e ela estava sozinha com a irmã de 14 anos. Quando a irmã saiu para ir até uma lan house, ele viu e resolveu pôr em prática o crime. Foi tudo tão arquitetado que ele saiu de casa já com a faca para matar a menina”, contou o delegado, que acrescentou também que Gilmar pulou o muro para praticar o crime. “Ele sabia o que estava fazendo” relatou Duarte. O corpo da vítima, identificada como Karine Rodrigues da Rocha, foi encontrado debaixo da cama. Segundo a PM, ela levou 20 facadas. A faca também foi achada no local.

Leia também:  Dupla entra em Motel e rende proprietária no Jardim Reis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.