O menor de 17 anos  B.A.B.B., foi deslocado da Delegacia do Adolescente (DEA) para o Centro de Atenção Psicossocial  (Caps) da Vila Operária, onde tinha um atendimento agendado. De acordo com o Boletim de Ocorrências (B.O), durante a espera para ser atendido o menor teria descido as escadas e se direcionado a outra sala e ao avistar uma policial militar que estava no local, fez vários gestos obscenos para ela.  A policial então solicitou que o adolescente a respeitasse, diante disso o menor começou a desacata-la, dizendo que por ela usar farda e estar armada era uma bandida, e que por ele ser menor poderia ser levado ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) que isso não “daria nada”.

Leia também:  Cerca de 44,5 mil maços de cigarros é apreendido no Distrito Industrial

A policial solicitou apoio junto a PM e aos agentes socioeducadores, para encaminhar o menor ao CISC, onde foram tomadas as medidas cabíveis.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.