Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O senador Pedro Taques (PDT) se reuniu com candidatos a vereadores do seu partido  e o o deputado estadual, Percival Muniz (PPS), na tarde desta segunda-feira (23/07), com o intuito de declarar explicitamente seu apoio as candidaturas locais às eleições de 2012. Segundo o senador a expectativa é que com a disputa deste ano será possível aumentar a participação do PDT no Estado.

Segundo Taques estão concorrendo pelo partido em Mato Grosso 21 candidatos a prefeito, 16 a vice e 520 a vereador. Taques afirmou que está tentando recursos com o PDT nacional para oferecer aos candidatos do Estado uma campanha decente.

Na ocasião, o senador também aproveitou para falar sobre o seu apoio à candidatura a prefeito de Percival Muniz (PPS), em Rondonópolis. Taques falou que assim como Percival o apoiou nas últimas eleições ele irá retribuir. Em entrevista ao site AGORA MT, Pedro Taques, falou que apesar de Percival estar recebendo o apoio do Partido Social Democratico e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual José Riva, que também é o presidente regional da sigla, isso não os torna aliados.

Leia também:  Ministro defende que medidas cautelares sejam mais utilizadas como alternativas às prisões

“Eu não estou dividindo palanque com o Riva, o PDT simplesmente apoia o Percival que também tem na sua base aliada o apoio do PSD e isso eu não posso proibir, já que Percival é livre para escolher quem vai apoia-lo. Não tenho nada contra partidos, mesmo porque quem comete crimes são as pessoas dos partidos e não a sigla”, disparou o senador, que sempre deixou claro que não apoiaria candidatos ligados a Riva.

Durante toda a reunião, Taques fez questão de falar que defende a moralidade e a política transparente, mas ao ser indagado sobre a quantidade de processos que Percival responde ele afirmou que não considera o candidato a prefeito um ‘ficha suja’. “Percival ainda não tem nenhuma condenação, então, não é considerado ficha suja”, alega Taques.

Leia também:  Com saúde debilitada Michel Temer fará procedimento de cateterismo nos próximos dias

O senador não soube responder sobre os comentários que surgiram de que seu primo, Paulo Taques, estaria cuidando dos processos de Percival. “Paulo é um primo da minha mãe, não sei dizer se ele é advogado e se está defendendo ou não Percival”, retrucou.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Pp-A9sZJac8&feature=youtu.be[/youtube]

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.