O deputado Percival Muniz (PPS) elogiou da tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão matutina dessa quarta-feira, dia 4, o Pacto Dignidade Eleitoral, que foi firmado entre o Ministério Público e os candidatos a prefeito e a vice de Rondonópolis. Para Muniz, o pacto é um marco na eleição do município, que beneficiará a democracia e a população, pois conseguirá analisar com mais clareza e sem “tumultos” as propostas. Além de  criar um clima favorável para o debate, destaca ele, o pacto será, também, um instrumento de combate à corrupção eleitoral que servirá de exemplo para o todo país.

“O pacto, capitaneado pelo promotor Ari Madeira e acordado pelos candidatos, estabelece limites para gastos financeiros e disciplina a condução da campanha eleitoral, com o objetivo de impedir ou dificultar a compra de votos e garantir a lisura nas eleições, evitando a interferência do poderio econômico no resultado da eleição”, disse o deputado socialista.

Leia também:  Distritão mudaria o quadro de eleitos da Câmara de Rondonópolis

Percival informou que entre os procedimentos não permitidos estão o uso de rojões e foguetes nos atos públicos da campanha e a realização de carreatas, propagandas através de cavaletes em vias públicas, bem como a limitação de carros de som e da contratação de cabos eleitorais, que fica estabelecida em até mil cabos eleitorais por coligação e a sua identificação com crachás.

“Vamos dar exemplo para o Brasil, com uma campanha sem compra de votos, sem corrupção eleitoral, com propostas, transparência e respeito ao cidadão, que quer uma eleição limpa e de propostas. O acordo atende a esse anseio da nossa gente”, assalou Percival.

Quadro Eleitoral

Percival, que será candidato a prefeito pelo PPS de  Rondonópolis com apoio  do PSDB (partido do vice Rogério Salles), PSB, PDT, PV, DEM, PSD, PSC e PHS, disse que está feliz por conseguir aglutinar um grupo com quantidade e qualidade.

Leia também:  Vereador Thiago Silva requer inclusão de ética e cidadania no ensino municipal

“Estou muito feliz, pois não imaginava que, sem nenhum poder na mão, sem dinheiro, pudéssemos aglutinar tantos partidos com essa qualidade, com lideranças expressivas. Além disso, por ter como vice o ex-prefeito e ex-governador  Rogério Salles, que  foi  escolhido de forma unânime pelos partidos da coligação”, destacou Percival, acrescentando que  “compusemos uma chapa que tem experiência e as condições necessárias para enfrentar a diversidade, as contradições existentes no município, e olhando para o futuro estabelecer ações visando a construção de uma cidade melhor e com mais qualidade de vida para todos”, concluiu.

Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anteriorCerimonialista nada convencional
Próximo artigoEle é candidato

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.