Foto: Assessoria/ Polícia Civil

Mais de 100 carteiras de habilitação e identidades falsificadas foram apreendidas pela Polícia Civil durante operação realizada nesta quarta-feira (25), no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Os documentos estavam em uma das quatro residências onde a polícia cumpriu mandados de busca e apreensão após investigação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), segundo a polícia. Também foram encontrados cartões bancários de terceiros.

A polícia conduziu à delegacia uma mulher que, conforme a polícia, seria a sogra de um homem suspeito de ser o responsável pelos documentos falsificados que será investigado. No entanto, como sofre de problemas mentais, ela deve ser liberada, de acordo com a polícia.

Leia também:  Menina de 9 anos relata sofrer abuso do padrasto e suspeito é preso em MT

Conforme o delegado Flávio Stringueta, possivelmente os documentos eram utilizados em crimes de estelionato ou para dificultar a identificação de criminosos que utilizam os documentos falsos por serem pessoas procuradas da polícia e da Justiça.

Durante a operação, a polícia prendeu um sargento da Polícia Miltar, de 38 anos, em flagrante com quatro armas de fogo, sendo três espingardas e um revólver calibre 38, que supostamente seriam vendidas para que criminosos pudessem cometer crimes, inclusive arrombamento a caixas eletrônicos. Conforme a polícia, o policial irá responder por posse irregular de armas de fogo e munições.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.