O Pleno do TRE-RS negou, na sessão desta quinta-feira (5), provimento aos recursos do vereador Jeovane Weber Contreira (PPS), de São Borja, e de seu partido. A Corte manteve a decisão da primeira instância, que multou Contreira e o Partido Popular Socialista (PPS) em R$ 10 mil por propaganda eleitoral antecipada, na forma de outdoors e adesivos de carros.

Na mesma sessão, a Corte deu parcial provimento ao recurso do vereador Ivo Alves de Souza (PT), para diminuir a multa que lhe foi aplicada – de R$ 18 mil para R$ 10 mil – mantendo sua condenação, em primeira instância, por propaganda eleitoral antecipada. O motivo foi a distribuição de calendários com propaganda vinculada à sua imagem para a comunidade.

Leia também:  PSL fecha com Pátio e base pula de 10 para 12
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.