Foto: UOL Esportes

Neta mais velha da rainha Elizabeth II, Zara Phillips pode não ter título real, mas a medalha olímpica está garantida. Nesta terça-feira, sob olhares atentos de boa parte da realeza – incluindo os príncipes Willian e Charles -, ela comandou a equipe britânica para a prata por equipes no Conjunto Completo de Equitação (CCE), prova que reúne adestramento, cross-country e saltos.

E Zara ainda tem chances, ainda que bastante restritas, de conseguir uma medalha também no individual, uma vez que se classificou entre os 25 conjuntos que vão voltar a saltar nesta terça-feira em busca do título nesta prova. Montando High Kingdom, ela está em 14.º na classificação geral, com 53.10 pontos perdidos.

Leia também:  Sesc Rondonópolis realiza desafio mix aeróbico neste sábado (08)

O resultado, porém, foi lamentado pela equipe britânica, inclusive por Zara. Todos esperavam um ouro, que acabou ficando com a Alemanha, agora bicampeã da prova. A Nova Zelândia acabou com a medalha de bronze.

Zara Phillips é filha da princesa Anne e, por sua linhagem real ser originária de uma mulher, não tem título real. Isso não impede ela de ser um dos grandes nomes do esporte britânico, até por ser casada com Mike Tindall, astro do rugby. A popularidade do casal só não é maior que o de Willian e Kate, que estiveram no Greenwich Park tanto na segunda quanto nesta terça para torcer pela prima. O príncipe Charles não foi, mas estava representado pela esposa Camila Parker-Bowles nos dois dias.

Leia também:  Rico e Lázaro | Lior se surpreende com o retorno de Asher à Babilônia

BRASIL – O time brasileiro, que pretendia terminar entre os seis primeiros, acabou ficando na nona posição, sendo a pior entre as equipes que terminaram a competição com três conjuntos pontuando. Bélgica, Holanda e Japão tiveram uma eliminação e, só com isso, perderam mil pontos cada. Já o Canadá só teve um resultado válido e perdeu, por conta disso, dois mil pontos.

No individual, o Brasil não conseguiu avançar com nenhum conjunto à final. O melhor foi Ruy Fonseca (montando Tom Bombadill Too), que teve 92.30 pontos perdidos, sendo 12.00 na prova de salto, nesta terça, e terminou em 42.º. Marcelo Tosi (com Eleda All Black) ficou no 44.º lugar, com 97.60 pontos perdidos. Já Marcio Jorge (com Josephine) acabou dois luares abaixo, com 105.30 pontos perdidos.

Leia também:  Nas mãos de Fufuquinha

Outros dois brasileiros inscritos no CCE, Serguei Fofanoff, montando Barbara, foi eliminado no cross-country, segunda, e nem competiu nesta terça, enquanto Renan Guerreiro foi cortado na véspera da abertura dos Jogos por conta de uma lesão em Kenny, sua montaria.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.