Foto: Folha do Estado

Está temporariamente suspensa qualquer possibilidade de bloqueio nas rodovias federais de Mato Grosso, após o diálogo iniciado, esta tarde, durante reunião entre o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, indígenas, Advocacia Geral da União (AGU) e representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai). Um representante indígena, em Cuiabá, informou que o primeiro passo foi dado, que seria começar um acordo, mas se houver algum tipo de movimento contrário, os bloqueios poderão ser retomados.

“Se, futuramente, a Funai sentir que as coisas estão indo em direções diferentes das impostas hoje, a mobilização será retomada, com certeza. No momento não existem chances de voltarmos a trancar as rodovias, até porque fomos ouvidos, eles fizeram a parte deles e nós vamos fazer a nossa”, disse o representante.

Leia também:  Acidente com caminhão carregado com óleo biodiesel derrama em rio de MT

Conforme Só Notícias já informou, durante a reunião, ficou decidido que a portaria 303 da AGU, que estipula novos critérios para demarcação de terras indígenas, ficará suspensa até o dia 24 de setembro, mas este prazo ainda pode ser dilatado. Devido a esta portaria, mais de 400 índios bloquearam as BR-364, em Cuiabá, e BR-174, em Comodoro, durante quase 80 horas, causando inúmeros transtornos, prejuízos, além de gerar filas de veículos com até 90 quilômetros.

A Funai informou também, que será mantido contato frequentemente com o Ministério da Justiça para o caso não acabar caindo no esquecimento.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.