Caminhoneiros lotam e bloqueiam o pátio da América Latina Logística (ALL), em Alto Araguaia, o manifesto é resultado do descumprimento da Lei nº 12.619/2012 que regulamenta a jornada de trabalho dos profissionais, por parte das empresas.

De acordo com o diretor executivo da Associação dos Transportadores de Cargas do Mato Grosso (ATC), Miguel Mendes, o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de Mato Grosso (SINDICAM-MT) organizou o manifesto nesta sexta-feira (03), pois a ALL tem forçado que os profissionais trabalhem fora do horário determinado pela lei.

“A lei estabelece que os motoristas descansem 11h interruptas, sem mover o veículo, como ficam em fila indiana a empresa tem exigido que os profissionais trabalhem normalmente neste período, o que resultou no manifesto”, falou Mendes.

Leia também:  Caps AD realiza Olimpíadas Esportivas nesta semana

Além do cumprimento da jornada de trabalho, a categoria está cobrando mais agilidade da ALL na liberação dos documentos para carga e descarga dos veículos. Bem como a proibição de descarga no período noturno e também o pagamento da estadia prevista na Lei 11.442/07 que prevê que a cada hora seja feito o pagamento de R$ 1 por tonelada transportada, caso o motorista espere mais de 5 horas para carregar ou descarregar o veículo.

Miguel relatou também que as empresas associadas e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram orientadas a pedir que os caminhoneiros não deem continuidade ao transporte, para que o congestionamento e tumultuo na rodovia em Alto Araguaia seja menor e também evitar que ocorram acidentes nas estradas.

Leia também:  Procura é intensa no 1º dia da Caravana da Transformação em Rondonópolis

A ATC e o sindicato já apresentam queixa junto a Ministério do Trabalho para que seja tomada alguma providencia. Miguel afirmou que esse tipo de conflito, decorrente da demora nos procedimento da ALL, costumam ocorrer nos períodos de pico de safra, e como reflexo a empresa já responde por pelo menos dois processos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.