O ministro dos Transportes Paulo Sérgio Passos, garantiu durante reunião com a bancada federal, nesta quarta-feira (01), em Brasília, que as obras de duplicação das BRs 163/364, são prioridades do governo e serão licitadas por meio do Regime Diferenciado de Contratações (RDC).

“O compromisso que eu assumi está mantido e vamos ter a vantagem de fazer a obras pelo RDC, que é uma licitação mais rápida”, ressaltou o ministro.

O deputado federal Wellington Fagundes (PR) foi quem solicitou a audiência com o intuito de pedir agilidade na entrega do edital do projeto. “A sociedade está ansiosa em relação à continuidade das obras de duplicação. Afinal os números de acidentes estão cada vez maiores, precisamos dar um basta nisso”, explicou.

Leia também:  Hidrelétrica deve gerar mais de 5 milhões de kwh por ano

De acordo com Passos, uma equipe formada por técnicos do Ministério e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), está trabalhando na elaboração do termo de referência da obra, documento que poderá ser utilizado como base pelas empresas que disputam a licitação. “Depois disso, eu garanto que vamos colocar o edital na rua”, afirmou o ministro.

A previsão é que até o fim do mês de setembro o edital esteja pronto. Sem definir datas o ministro enfatizou que se tudo correr dentro do previsto as obras poderão ter início no final de 2012 ou início do ano que vem.

Para Fagundes, que tem mediado as discussões entre o Executivo e o governo do Estado, a definição pelo Regime Diferenciado é positiva. “Na capital, o Veículo Leve sobre Trilhos está sendo construído pelo RDC. Os técnicos já têm experiência, isso vai resultar em um processo eficaz e célere”, afirma.

Leia também:  Governo atrasa salário de inativos e aposentados cobram posição da Justiça
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.