Os sete adolescentes detidos suspeitos de estuprar uma menina de 14 anos em Lucas do Rio Verde, prestaram depoimento no final da tarde desta terça-feira (28). De acordo com a Polícia Civil do município, alguns adolescentes negaram e outros confessaram ter abusado sexualmente da garota que possui dificuldades para se comunicar. A vítima reconheceu todos os suspeitos.

O crime ocorreu na noite de segunda-feira, quando a menina caminhava próximo a uma escola do bairro Rio Verde e foi convidada pelos suspeitos a ir aos fundos de uma igreja. Segundo o boletim de ocorrência, como ela se negou a acompanhá-los, a jovem acabou sendo levada a força pelos jovens.

Conforme o delegado, Marcelo Martins Torhacs, a vítima foi segurada pelos braços e pernas enquanto os menores retiraram suas roupas e em seguida houve o estupro. “A vítima ao tentar se defender conseguiu gritar e acabou chamando a atenção de algumas pessoas que passavam no local e acionaram a Polícia Militar”, relatou o delegado. Ainda segundo Torhacs, dos sete envolvidos somente um não manteve relação.

Leia também:  Trio que usava Uber para realizar crimes é preso em MT

O ato infracional supostamente cometido pelos adolescentes pode se agravar pelo fato de que a vítima possui dificuldades para se comunicar. “A família da menina afirmou em depoimento que ela faz acompanhamento médico a longo período pela enfermidade que apresenta. E isso agrava ainda mais o ato infracional, se caracterizar uma pessoa incapaz”, concluiu o delegado.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os sete infratores ficaram apreendidos na delegacia, aguardando decisão do Ministério Público e do Juiz da Infância e Juventude para possível internação, por se tratar de um ato infracional gravíssimo e hediondo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.