Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

Conhecido popularmente como “bafo”, o mau hálito pode ser, além de um problema de saúde bucal, um forte impedimento para relacionamentos. No início de um namoro, por exemplo, esse pode ser um motivo justificável para um rompimento. Especialistas afirmam que pelo menos 90% da população terá, ou já teve, halitose em algum momento da vida.

— É importante que as pessoas saibam que a halitose não é uma doença, mas sim um sinal, ou sintoma, de que alguma coisa não vai bem no organismo — esclarece Celi Vieira, periodontista, pesquisadora e especialista em halitose da Universidade de Brasília.

Segundo Normando Scarabotto, cirurgião dentista, o problema geralmente é resultado de pessoas que não cuidam da higiene, o que pode ocasionar no mau cheiro causado pela decomposição dos restos alimentares e por bactérias.

Leia também:  Um tomate sem sementes está chegando

— Por isso é que eu insisto em dizer que é imprescindível reservar cinco minutos (cronometrados) por dia para a escovação e fio dental. Com isso, o risco de infecções pode cair perto de zero com a escovação correta dos dentes — afirma.

O cirurgião dentista diz que bochechos ajudam a melhorar o mau hálito, mas apenas mascaram o odor, não resolvem o problema e que a melhor arma contra o cheiro desagradável é a saliva, pois ela “lava” a boca com enzimas que afastam os restos dos alimentos e bactérias.

Muitas pessoas têm mau hálito ao acordar, porque a bactéria se escondeu em locais sem oxigênio na boca. As glândulas salivares restringem ao mínimo sua produção durante as horas do sono, já que a pessoa não está acordada e comendo. Então, a boca resseca e as bactérias se multiplicarem, fazendo com que o hálito cheire fermentado ao que foi ingerido na noite anterior.

Leia também:  No Dia da Gestante, conheça os exames obrigatórios no pré-natal

Quem apresenta cheiro ruim na boca pela manhã é em virtude da produção de saliva se tornar mais lenta durante o sono, o que permite aos ácidos e outras substâncias se deteriorarem no interior da boca.

Principais causas

:: Higiene bucal inadequada

:: Gengivite

:: Ingestão de alimentos como alho e cebola, sendo importante lavar bem a boca depois de consumi-los

:: Fumo e bebidas alcoólicas

:: Boca seca

:: Doenças como câncer, diabetes e problemas no fígado e nos rins

:: Infecções como amidalites e sinusites

Dicas valiosas

:: Escove os dentes e a língua, use fio dental, beba bastante água, mantendo a boca umedecida

:: Procure se alimentar mais vezes, pois o jejum prolongado favorece o aparecimento da halitose

Leia também:  Por que amêndoas ajudam no controle do colesterol

:: Para quem gosta de chicletes, o ideal é o sem açúcar, pois eles estimulam a mastigação e ajudam na produção de saliva

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.