Dois pacientes de Rondonópolis que precisam de ‘Home Care’ (cuidados de saúde no domicílio) vão ter o atendimento suspenso por falta de pagamento do Governo. Segundo Aparecido Jesus de Souza, companheiro de uma das pacientes, a única empresa que presta esse tipo de serviço na cidade é a Carmed e que desde que iniciou o tratamento há cerca de cinco meses o Governo nunca fez o repasse.

Aparecido Jesus de Souza, conta que foi notificado pela CarMed e de que hoje será o último dia em que vão atender a sua esposa. “Minha esposa precisa desse atendimento para continuar viva. A CarMed disse que vai levá-la para o P.A. e deixar lá, mas o sistema imunológico dela é muito frágil não pode ficar em contato com outras pessoas doentes”, fala.

Leia também:  Projeto Mais Esporte, Mais Cidadania é lançado oficialmente em Rondonópolis

Desde que assumiu o cargo de vice-prefeita, Valéria Bevilacqua (PMDB) tem tentado resolver a situação. Valéria informou por meio de sua assessoria de que está ciente da situação e de que de imediato entrou em contato com o deputado estadual Ondanir Bortolini (PR) para que ele possa intervir junto ao governador Silval Barbosa para que seja regularizada a situação.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.