Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Diogo Marques Mota, de 22 anos, foi assassinado na manhã desta quarta-feira (29) no Bairro Jardim Assunção. De acordo com informações, Diogo teria sido atingido por pelo menos três disparos de arma de fogo, sendo um deles na nuca a queima roupa. Outro disparo entrou pelas costas e saiu pela barriga. No local estavam as marcas de que a vítima teria tentado fugir, um agasalho usado por ele chegou a ficar preso na árvore. Também foi encontrado um revólver cromado calibre 32 e um celular caído próximo ao corpo.

Segundo a polícia ele teria saído da Penitenciária ontem(28). Diogo havia sido julgado em Março por um homicídio acontecido no dia 17 de dezembro de 2009, na Rua H no bairro Jardim Paulista, , local com grande concentração de usuários de droga, onde o jovem Johnny Pereira de Souza, 22, foi morto por disparos de pistola 380.

Leia também:  Após furto de materiais de construção, trio é preso por receptação

A pena aplicada ao acusado foi acima do mínimo legal, em 10 anos e 4 meses de reclusão, haja vista que Diogo respondia, além do homicídio, também pelos crimes de Roubo Qualificado com emprego de Arma e concurso de pessoas, corrupção de menores, porte e disparo de armas de fogo em três oportunidades, furto qualificado, associação criminosa para praticar delito de tráfico de drogas.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5BdUi31wpck&list=UUCUete_T6eFKbuUNfvFx40A&index=1&feature=plcp[/youtube]

 

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.