O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) pretende assentar 1,1 mil famílias ainda este ano, em Mato Grosso e também nos estados que fazem parte do semiárido brasileiro. A Presidência da República decretou 21 imóveis rurais como áreas de interesse social para fins de reforma agrária. Os decretos já foram publicados no Diário Oficial da União.

As fazendas a serem desapropriadas somam juntas cerca de 54 mil hectares e estão localizadas em Mato Groso, Alagoas, Bahia, Maranhão, Piauí, Paraíba, Sergipe e Minas Gerais. Segundo informações do Incra, os imóveis foram escolhidos levando em conta critérios específicos como área capaz de assentar mais de 15 famílias e proximidade a estradas para garantir o escoamento da produção do assentamento.

Leia também:  Governo iniciou a atualização de regiões turísticas do estado para incentivar novos visitantes

A expectativa do órgão federal, a partir do decreto presidencial, é iniciar a implantação dos assentamentos ainda este ano, assim que as áreas forem imitidas na posse do instituto, e promover a integração de políticas às ações do Plano Brasil Sem Miséria até 2014.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.