O vereador João Gomes (PSD) e o vereador José Márcio Guedes (PR) protagonizaram uma discussão durante a sessão da Câmara desta quarta-feira (29/08). O assunto foi novamente a Secretaria Municipal de Apoio à Segurança Pública (Semasp).

João Gomes questionou mais uma vez a eficácia da nova Secretaria alegando que do último fim de semana até hoje houveram três homicídios. Assim como ele, o candidato que tem o seu apoio, Percival Muniz (PPS) também fez críticas antes da efetiva criação da Semasp, mas depois da resposta positiva das ações da nova pasta teria voltado atrás e negado que irá acabar com a Semasp.

O vereador João Gomes defende a idéia de que há necessidade de implantar postos policiais nos bairros e de que isso seria mais eficiente do que eles ficarem fazendo rondas pelas ruas da cidade. Para rebater as críticas de seu colega, o vereador José Márcio Guedes afirmou que não há lógica na fala dita por João Gomes.

Leia também:  Vereador apresenta projeto Cidadão da Paz

“Como que um policial fechado dentro de uma ‘caixinha’ será mais eficiente do que eles fazendo rondas? Não da para ter uma base policial em cada bairro, mesmo porque polícia tem que estar rodando, coagindo bandido e fazendo presença nas ruas”, diz Guedes.

De acordo com Guedes a Semasp está funcionando e muito bem, já que os dados apresentados pela Secretária, Polícia Militar e Polícia Civil comprovam uma redução significativa nos crimes.

OS HOMICÍDIOS

Segundo a Polícia Militar os três homens que foram assassinados no sábado, domingo e quarta-feira são ex-presidiários, ou seja, as principais suspeitas da causa dos crimes são o de acerto de contas.  Segundo autoridades a grande maioria dos casos de homicídios que acontecem na cidade são por causa do envolvimento com drogas.

Leia também:  Pátio muda estilo e "dizima" oposição na Câmara
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.