O histórico julgamento do Mensalão, que começará na quinta-feira (31/7), reabre o debate sobre o momento mais difícil da era Lula, que pode ter a sua imagem afetada caso surjam provas contra ele, consideram os analistas.

Luiz Inácio Lula da Silva, de 66 anos, que já recebeu 12 prêmios e 12 títulos de doutor honoris causa desde que deixou a Presidência, em 2010, não está entre os 38 acusados, muitos deles próximos ao ex-presidente.

Desde que vieram à tona em 2005 as denúncias de subornos pagos por integrantes do Partido dos Trabalhadores a políticos da base governista, Lula negou que estivesse envolvido ou ciente do caso e disse se sentir traído, chegando a pedir desculpas publicamente. No entanto, o advogado do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB, Partido Trabalhista Brasileiro, centro), que denunciou o escândalo, já afirmou que durante o julgamento no Supremo Tribunal perguntará por que Lula não está no banco dos réus.

Leia também:  Deputado Nininho participa da reinauguração da planta frigorífica Minerva
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.