Foto: Paulo Sérgio

Liedson é o novo camisa 31 da Gávea. Apresentado na manhã desta terça-feira com uma camisa apenas com seu nome, o atacante revelou o número escolhido, disse que seu joelho esquerdo – operado três vezes – não está avariado e se colocou à disposição de Dorival Júnior para fazer sua estreia contra o Náutico, no sábado, em Volta Redonda. O jogador fará dupla com Vagner Love.

“Não senti dor alguma, estou bem. Fiquei uma semana parado no tempo em que acabou meu contrato com o Corinthians. Intuito é que para o jogo de sábado, contra o Náutico, eu esteja à disposição. Tenho 34 anos, fiz cirurgia, tenho que ter cuidados, mas não estou com joelho bichado” – garantiu Liedson.

Ele explicou o porquê do novo número e relembrou a época de sucesso no futebol português e no próprio Flamengo, há dez anos:

“Zinho me passou algumas opções. Me identifiquei com a 31 no Sporting e decidi ficar com a 31. Gosto muito deste número. Espero honrar essa camisa. Quero resgatar o Liedson de 2002 no Flamengo”.

Leia também:  Holloway vence a luta contra José Aldo

Ciceroneado por Zinho, que disse ter percebido “o desejo e a vontade dele de retornar para a casa”, Liedson comemorou a volta ao Flamengo.

“É um clube que sempre gostei e admirei. Sei como é pressão, mas sei como é prazeroso jogar no Flamengo. Devo muito ao Flamengo na minha trajetória vitoriosa”.

O atacante garantiu ainda que entrosamento não será um problema. Ele disse que já conhece os companheiros e que foi bem recebido.

“Já conheço alguns jogadores, tenho identificação com o grupo, todos me receberam bem. Estamos juntos. Agora é uma família só”.

E a dupla com Vagner Love, segundo Liedson, será uma “solução” para o time do técnico Dorival Júnior.

“Já joguei com jogadores com as características do Vagner. Isso não será um problema, mas sim uma solução para o Dorival” – afirmou.

Antes da apresentação oficial, Liedson realizou os primeiros trabalhos no Ninho do Urubu. O jogador só teve a contratação confirmada pelo Rubro-Negro após a realização de uma tomografia no joelho esquerdo, que já passou por três cirurgias. A empresa que gerencia a carreira do atacante havia anunciado o acerto até o fim de 2013 na última quinta-feira, mas os dirigentes do Flamengo decidiram esperar o laudo médico.

Leia também:  Brasil joga primeira partida do Grand Prix em Cuiabá

Após a terceira cirurgia, realizada em meados de 2011, Liedson viu se rendimento cair. Em 2012, o jogador foi gradativamente perdendo espaço no Corinthians, que optou por não renovar seu contrato (encerrado no fim de julho). Ele disputou seis jogos pelo Timão neste Brasileiro, número que ainda permitia uma transferência para outro clube da Série A, e não enfrentou Botafogo e Náutico para não estourar a cota.

Liedson só teve chance de começar jogando quando Tite escalou os reservas: contra Fluminense, Palmeiras e Sport. Contra Atlético-MG, Figueirense e Ponte Preta, ele entrou durante a partida. Nessas seis participações, acumulou cinco finalizações (sem gol), 11 faltas cometidas, 12 faltas sofridas, três impedimentos e duas roubadas de bola. Teve índice apenas razoável de passes certos: 76% (a média no Corinthians é de 87%).

Leia também:  Luverdense deixa a zona de rebaixamento

O jogador teve uma passagem pelo Flamengo em 2002. Na época, o time não foi bem e chegou a ficar ameaçado de rebaixamento, mas Liedson se destacou: foram 15 gols em 29 jogos – dois deles podem ser vistos no vídeo ao lado, contra o Atlético-MG. No ano seguinte, teve sua primeira passagem pelo Corinthians e foi vendido ao Sporting, de Portugal, clube que defendeu até o ano passado. Chamado de Levezinho pelos portugueses, Liedson se naturalizou e defendeu a seleção lusitana na Copa do Mundo de 2010.

O retorno ao Corinthians se deu em 2011. Liedson foi peça importante na conquista do título brasileiro. Em 2012, entretanto, o jogador perdeu espaço e passou a coadjuvante no time que foi campeão da Libertadores. O Timão optou por não renovar o contrato do atleta, que se despediu do clube dizendo estar “de cabeça erguida”. Foram 23 gols na segunda passagem pelo Corinthians.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.