Um comerciante de 29 anos foi assassinado a tiros após reclamar do volume do som para adolescentes que estavam com um carro na frente do estabelecimento dele na noite deste domingo (5). A delegada Anaíde Barros, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o assassinato, informou que o suspeito do crime ocorrido no bairro Nova Esperança, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, é um adolescente de 16 anos, que ainda não foi apreendido.

Conforme a delegada, testemunhas disseram que a vítima reclamou que o som estava alto e que queria dormir. “Na segunda vez que ele [comerciante] saiu para reclamar, um dos adolescentes atirou contra ele. A bala atravessou o peito da vítima e acertou outra pessoa que estava atrás”, afirmou Anaíde, ao explicar que o tiro acertou de raspão um parente da vítima.

Leia também:  Termo de Cooperação para implantar Núcleo de Mediação Escolar será assinado nesta segunda

O comerciante estava dormindo no comércio por medo de furto, segundo Anaíde. O crime foi testemunhado por várias pessoas que ainda devem prestar depoimento. Segundo a delegada, ainda não se sabe se os outros adolescentes, colegas do suspeito, tiveram alguma participação na morte do comerciante.

A polícia foi até a casa do adolescente, que era conhecido da vítima, mas ele fugiu com a família.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.