O instituto Gazeta Dados revelou nesta terça-feira (14/08) o resultado da sua primeira pesquisa eleitoral para Rondonópolis em 2012. Registrada junto ao Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE) sob o número 00106/2012 para divulgação exclusiva do jornal A Gazeta e demais empresas do Grupo Gazeta de Comunicação, a pesquisa ouviu 400 eleitores de 47 bairros das zonas urbana e rural do município. Eles foram entrevistados nos dias 9 e 10 de agosto.

Realizada sob o método Survey, que alia a aplicação de um questionário estruturado e padronizado a uma amostra representativa do público pesquisado, que leva em consideração aspectos socioeconômicos da população, sexo, idade, escolaridade e renda familiar conforme estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o levantamento tem margem de erro de 4,5% para mais ou para menos.

Leia também:  Dia de Finados movimenta comércio de flores em cemitério de Rondonópolis

Terceiro maior colégio eleitoral de Mato Grosso, Rondonópolis conta com 138,842 mil eleitores, conforme o TRE. No município, as eleições são disputadas apenas em um turno, já que tem menos de 200 mil eleitores.

Na modalidade com resposta espontânea, quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados, a vantagem de Percival sobre o segundo colocado é de apenas 18 pontos percentuais.

Primeiro colocado, o socialista representa a intenção de voto de 36% dos rondonopolitanos entrevistados. Já o atual prefeito, Ananias Filho (PR),  fica com 18% das opiniões e Juca Lemos (PT) tem 2% da preferência do eleitorado.

Os votos brancos e nulos somam a opinião de 16% das pessoas ouvidas, enquanto 28% não souberam ou não quiseram responder.

Leia também:  Rocambole de carne recheado, perfeito para dividir com os amigos

Segundo o Jornal A Gazeta com o início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão, a partir de 21 de agosto, os números devem sofrer variação até o final da campanha, já que este é o momento mais esperado pelos candidatos para apresentarem suas propostas. A estratégia deve influenciar, principalmente, sobre os indecisos.

APOIADORES

O apoio de lideranças políticas locais e nacionais pode influenciar parte do eleitorado. A maior influência no município é exercida pela presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ambos do PT. De acordo com 50% dos entrevistados, a participação de Dilma na campanha aumenta em 50% a chance de votar no candidato apoiado, enquanto Lula tem índice de 49%.

A participação do governador Silval Barbosa (PMDB), também foi avaliada positivamente e pode ter um peso significativo no pleito, já que, segundo 32% dos entrevistados, seu apoio aumentaria as possibilidades de escolha do candidato, enquanto 9% não aceitaria sua influência.

Leia também:  Rico e Lázaro | Joana fica chocada ao saber que Zac chantageou Matias

Já o senador Blairo Maggi (PR) pode influenciar 29% dos entrevistados, que admitiram optar pelo candidato que o senador  hipotecar apoio.

ESTIMULADA

Na pesquisa estimulada, onde o eleitor pode identificar o nome dos candidatos que disputam as eleições municipais, Percival aparece com 47% das intenções de voto, 23 pontos à frente do segundo colocado, Ananias, com 24%. Com apenas 3% da preferência dos entrevistados, o petista figura em último lugar.

 Aqueles que não souberam ou não quiseram responder representam 10% do total e votos brancos e nulos somam 16%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.