A Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, estará na 40º Exposição Agropecuária Industrial e Comercial do Sul de Mato Grosso (Exposul) em Rondonópolis/MT. Três pesquisadores da instituição apresentarão informações sobre adubação, doenças e mecanização agrícola no Ciclo de Palestras que acontece durante a feira.

“Vamos difundir tecnologias agrícolas em uma das maiores feiras agropecuárias do Brasil. Para nós, da Fundação MT, é uma honra poder compartilhar com a classe produtora informações geradas através das pesquisas que realizamos nas principais regiões produtoras de Mato Grosso”, afirma Fabiano Siqueri, gestor de Marketing e pesquisador.

As palestras irão acontecer na próxima terça-feira (07), a partir das 07h30. Fabiano Siqueri será o primeiro a palestrar. “Manejo de doenças na cultura da soja: análise do cenário atual e perspectivas futuras” é o tema da apresentação do pesquisador. Ele falará sobre incidência, causa e controle das principais doenças da sojicultura: ferrugem asiática, mancha alvo, antracnose e mela.

Leia também:  Balcão de empregos: 230 vagas para Rondonópolis (06/06)

O segundo a se apresentar será Claudinei Kappes, do Programa de Monitoramento e Adubação (PMA). Ele mostrará ao público os resultados dos trabalhos conduzidos há quatros anos em uma estação experimental que avalia o manejo do solo e os sistemas de produção de grãos e fibras. De acordo com Kappes, o objetivo é demonstrar à classe produtora, com trabalhos de pesquisa de longa duração, os benefícios e as limitações dos diversos sistemas possíveis de serem praticados.

E para fechar a participação da Fundação MT no Ciclo de Palestras na 40º Exposul, Leandro Gimenez do PMA irá expor sobre o programa de pesquisa em mecanização agrícola. Ele apresentará as linhas de trabalho envolvendo máquinas agrícolas e agricultura de precisão. “As máquinas são fundamentais para obter eficiência na produção. Entretanto devem ser geridas adequadamente para evitar os elevados custos fixos e a falta de qualidade nas operações. A eletrônica embarcada nas máquinas agrícolas viabiliza a agricultura de precisão, porém é necessário respeitar as premissas da ciência agronômica para obter resultados satisfatórios”, orienta o pesquisador.

Leia também:  Rondonópolis participa de ato contra reformas trabalhista e previdenciária nesta sexta-feira (30)

As palestras da Fundação MT acontecerão no auditório “Áureo Candido Costa” do Parque de Exposição de Rondonópolis. Após as apresentações, os participantes poderão tirar dúvidas com os pesquisadores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.