Os Policiais Rodoviários Federais de Mato Grosso devem participar, sexta-feira (10), de uma mobilização no Trevo do Lagarto, na região de Várzea Grande, em cobrança a várias reivindicações da categoria, como aumento de efetivo, recuperação salarial e reconhecimento da carreira como nível superior. De acordo com o diretor presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federal de Mato Grosso, Paulo Vinicius Barros de Assis, o movimento deve iniciar às 8h, com panfletagem e divulgação dos motivos da mobilização. O tráfego também será interrompido por um período (ainda não confirmado), sendo liberado apenas veículos de emergência. A expectativa, segundo Paulo, é reunir mais de 500 policiais rodoviários e também federais (que anunciaram início de greve para terça-feira).

Leia também:  Grampos Clandestinos | Chefe e adjunto da Casa Militar e dois PMs são presos em MT

Conforme Paulo, a greve não está descartada. “Alguns sindicatos nacionais já se anteciparam e realizaram as assembleias. A nossa, será publicada em Diário Oficial, está programada para segunda-feira (13)”, explicou Só Notícias. Caso a greve inicie, será mantido apenas 30% do efetivo para atender apenas os acidentes com vítimas. Os trabalhos de fiscalização e prevenção estarão prejudicados.

Além da mobilização, o sindicato deve espalhar aproximadamente 400 faixas e painéis entre os municípios com delegacias e postos da Polícia Rodoviária Federal. “Vamos fazer sem causar muito transtorno, mas sim chamar a mídia e a sociedade para perceber a nossa reivindicação”, enfatizou Paulo Vinicius. Na pauta de reivindicações há ainda pedido de concurso público para a área administrativa da PRF, adicional noturno de 25% que teria sido retirando em 2006 devido a mudança na lei e, também, manutenção da aposentadoria especial devido a exigência de um projeto de lei que pretende acabar com esse benefício.

Leia também:  Prazo para solicitar isenção de taxa termina nesta quarta-feira (19)

Em Mato Grosso, há oito delegacias da PRF em atividade, além dos postos instalados ao longo das BR”s 163, 364, 070, 174 e 158.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.