Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Judiciária Civil resultou na apreensão de 19 veículos, armas, munições, documentos adulterados, roupas falsificadas, além de mandados de prisão e busca e apreensão cumpridos. A ação aconteceu entre os dias 3 e 5 de agosto, nos municípios de Barra do Garças, Torixoréu e Ribeirãozinho, na região do Araguaia, em Mato Grosso.

Na sexta-feira (3), em Torixoréu e Ribeirãozinho, foram apreendidos 8 carros e 6 motos, por suspeita de crime contra o sistema financeiro. Ainda foram recuperados 2 veículos adulterados e 1 com registro de roubo. Além disso, os policiais realizaram a apreensão de um documento falsificado, 3 armas, 31 munições e cumpriram 3 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão.

Leia também:  Suspeito de agredir, roubar e estuprar garota de programa é preso

Já no domingo (5), em Barra do Garças, duas pessoas foram detidas por crimes de trânsito e foram apreendidos um veículo adulterado e outro pela suspeita de golpe do “finan”. Uma pessoa foragida da justiça também foi detida durante a operação. Os policiais rodoviários federais também apreenderam 1.132 peças de roupas falsificadas, que eram transportadas em uma caminhonete com placas de Mato Grosso.

Golpe do Finan

O golpe consiste em comprar um carro financiado, transferi-lo para o nome de um “laranja” e levá-lo para outro estado. Até a financeira conseguir um mandado de busca e apreensão para resgatar o veículo, podem se passar anos e talvez o bem nunca ser resgatado.

Leia também:  Dupla assalta farmácia e leva mochila com R$ 94 mil

Participaram da operação agentes da Polícia Judiciária Civil e policiais rodoviários federais do Núcleo de Operações Especiais (NOE) e dos grupos táticos das delegacias da PRF de Rondonópolis, Diamantino e Primavera do Leste. O objetivo da ação foi fechar o cerco contra a compra, venda e circulação de veículos ilegais e roubados em Mato Grosso.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.