Há cerca de duas semanas 10 prédios de Rondonópolis passaram a ser beneficiados com o projeto de coleta seletiva de lixo da Cooperativa União Recicla Rondonópolis, a proposta tem crescido e servirá de experiência para ser aplicado em todo município.

A voluntária da cooperativa, Ana Paula Beer, explicou que inicialmente o projeto seria desenvolvido em dois apartamentos, mas desde a criação até a execução o número de prédios chegou a 10 e 15 dias após o início das atividades já são atendidos 13 edifícios.

Ana Paula disse que os materiais recolhidos nos prédios são entregues para empresas que irão reutilizar o material ou dar destinação final no produto sem que traga mais prejuízo à população. Contudo antes de iniciar a coleta nos apartamentos é feito um trabalho de orientação e conscientização com os moradores.

Leia também:  Motoristas terão inspeção veicular gratuita no Parque das Águas

“As pessoas estão preocupadas com o meio ambiente, com pouco mais de um ano de existência a cooperativa já atende, além dos 13 edifícios, mais de 20 empresas e cinco pontos de coleta voluntária, a procura de pessoas e empresas interessadas em praticar a coleta seletiva de lixo tem aumentado significativamente”, observou Ana Paula.

O chefe do Setor de Resíduos sólidos do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear), Marcelo Spani, disse que há uma preocupação na destinação do lixo e que o órgão aguarda apenas a regularização documental da cooperativa para tentar uma parceria no projeto, com intuito de ampliá-lo gradativamente para outros bairros e até atender toda a cidade.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.