Entidades sindicais da Polícia Civil de 20 estados estão reunidas, há dois dias, em Cuiabá, para definir as ações estratégicas de segurança para os próximos anos. Uma das preocupações é com a realização de três grandes eventos esportivos no país: Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas.

A Federação Interestadual dos Policiais Civis das regiões Norte e Centro-Oeste destaca que, até o momento, não foram vistos investimentos por parte do governo, e que cogita-se a contratação de segurança privada para atuar durante as competições. Diante disso, a população não teria nenhum legado na área de segurança.

O Sindicato dos Investigadores da Polícia Civil do Mato Grosso (Siagespoc) cobra a realização de concurso público prometido pelo governo e aponta um desfalque de 2,6 mil policiais. Hoje, o efetivo, de acordo com a entidade, é de 1,9 mil. Também afirma que, das 900 vagas para investigadores e 400 para escrivães, apenas a metade teria sido confirmada para o próximo certame, número considerado irrisório diante do déficit.

Leia também:  Jovem é morto com cerca de 4 tiros no Jardim São Bento

O encontro termina nesta sexta-feira (10/08). As entidades prometem elaborar um documento com todas as propostas, incluindo também em relação a carreira dos policiais civis, e encaminhar aos governos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.