Um homem suspeito de assassinar um chefe de cozinha de um restaurante de Cuiabá foi condenado a 18 anos de reclusão em regime inicialmente fechado. De acordo com a denúncia, o chefe de cozinha de 41 anos foi assassinado no dia 28 de junho de 2011 após uma discussão em frente à casa del, no Residencial Sucuri, em Cuiabá. A sentença foi divulgada nesta terça-feira (14).

Conforme consta no inquérito policial, a vítima ouviu uma discussão na rua e, ao verificar, deparou-se com o acusado. Após alguns minutos de conversa, o réu deu um tiro no rosto da vítima causando-lhe traumatismo crânio encefálico. De acordo com o promotor de Justiça que atuou no júri, Antônio Sérgio Cordeiro Piedade, o motivo do crime foi uma animosidade existente entre as esposas do réu e da vítima.

Leia também:  Em Mato Grosso, vacinação contra a gripe vai até sexta-feira (09) apenas para os grupos de risco

Segundo o promotor, o réu já foi condenado anteriormente pelo crime de homicídio triplamente qualificado, por ter participação em uma chacina ocorrida em Cuiabá no ano de 1994, tendo permanecido preso durante 15 anos.

Na decisão, a juíza Mônica Catarina Perri Siqueira destaca que o acusado efetuou o disparo contra o chefe de cozinha quando ele se encontrava na frente da sua própria residência, cuidando dos filhos. Ainda de acordo com a magistrada, os menores ficaram desesperados ao ver o pai morto no chão, “cena que certamente carregarão na memória por toda a vida”, enfatizou.

Foto: Agora MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.