A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), afirma que a redução da oferta mundial de milho e farelo de soja é a principal causa para a queda da produção de carne, haja vista os elevados custos de produção, sobretudo aqueles relacionados à ração.

O fenômeno da seca reduziu a produção de grãos em nível mundial. O reflexo é visto pelo setor de carnes, que também apresenta aumento nos preços porque está relacionado ao suprimento de ração – principalmente em função do milho.

Com a redução da oferta, o preço tende a subir. Em Rondonópolis os açougues já registraram uma média de 5% de aumento no preço da carne. O reajuste de valores esta sendo feito desde a semana passada.

Leia também:  Jardim Atlântico recebe mais uma geladoteca

Os comerciantes informaram que praticamente todos os anos esse aumento é registrado, outro alimento que também sofreu alta no preço foi a carne de frango, nos açougues e supermercados o reajuste pode chegar até 11%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.